Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2016

Eu Quero Ser EU!

Como Facilitador e Palestrante procuro/espero, sempre, pela "pergunta perfeita": aquela que faz com que tudo faça sentido; que faz com que eu possa discorrer claramente sobre o tema do Evento, alcançando a eficácia total na transferência de conhecimento. Isto para nós é o objetivo fundamental de qualquer treinamento, mas estas perguntas são fatos raros, tão raros quanto as competências que favorecem/possibilitam a ocorrência dessas perguntas.
Em nossos eventos de qualificação buscamos a excelência através do desenvolvimento do trinômio (Atitude + Habilidades Interpessoais + Habilidades Técnicas); deixamos de lado o termo "Motivar" e focamos no "Despertar". Por isso quando despertamos algum participante para uma pergunta perfeita, alcançamos o Olimpo.
Na última ocorrência a pergunta perfeita veio em forma de constatação mais que perfeita. No meio de uma acalorada discussão sobre compromisso versus comprometimento, alguém disparou:
- Bem que me avisaram. Porqu…

Vendas Sazonais (AP-InCo)

"Vem chegando o Verão"... Assim como outras épocas do ano, no Verão há produtos e serviços que vendem mais que em outras épocas do ano. Para entender melhor o processo, tomemos o exemplo de uma Delicatessen Regional, especializada em Caldos e Sopas. É natural que os negócios vão muito bem durante o inverno e que se obtenham lucros formidáveis ao longo da estação – a sazonalidade é positiva, nesse caso, mas quando chega o Verão...
Se os gestores não se prepararem para a longa “barrigada” nas vendas durante a primavera e o verão, poderão enfrentar sérios problemas na administração – aí, temos a sazonalidade negativa.
No caso dos caldos e Sopas, a sazonalidade é influenciada por fatores climáticos. Além disso, os picos e quedas nas vendas podem ser motivados por datas comemorativas (Natal, Dia das Mães), grandes eventos (Copa e Olimpíadas) e crises econômicas.
Para ajudar empreendedores que vendem produtos e serviços sazonais, relacionamos 4 Dicas para vender mais na hora certa.
1.…

8 Dicas numa só: Planeje-se!!!

Estima-se que o Brasil tenha mais de 9 milhões de micro e pequenos negócios, representando 27% do PIB brasileiro, de acordo com levantamento feito pelo SEBRAE. O País já formalizou mais de 6 milhões de microempreendedores individuais desde 2008 e, até setembro deste ano, já são mais de 6,4 milhões.
No entanto, a taxa de mortalidade das empresas é ainda alta, segundo o levantamento “Demografia das Empresas 2014”, realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). De cada dez empresas, seis encerram as atividades após cinco anos.
Alguns motivos justificam o desarranjo, como abrir o próprio negócio sem se planejar, estudar o mercado, prever cenários e ter uma reserva de capital.
Ricardo Assaf, presidente da ABSCM – Associação Brasileira das Sociedades de Microcrédito, dá dicas de como o empreendedor deve se organizar desde já para iniciar bem o próximo ano, a começar pela parte mais importante que é o planejamento.
Como o empreendedor pode se planejar financeiramente para…

Presente de Grego

Especialistas recomendam atenção em compras de última hora. Mesmo com pressa, os consumidores não deixem de observar detalhes sobre o produto, como por exemplo se a loja aceita fazer trocas
A comemoração do Natal e a troca de presentes ocorrem no sábado (24) e no domingo (25), mas nem todos compraram as lembranças com antecedência.
Muitos consumidores deixaram para ir aos shoppings no último momento, seja por falta de tempo, algum presente esquecido ou desejo de aproveitar as promoções para os itens que sobraram no estoque.
Para quem foi ou ainda irá às compras, entidades de defesa do consumidor recomendam atenção.
“Quem não comprou ainda, o bom é sair com lista, saber o que vai comprar”, recomendou a advogada Maria Inês Dolci, coordenadora da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste). Segundo ela, é preciso calma para enfrentar as filas e a demora normais no período.
Ela aconselha ainda que, mesmo com pressa, os consumidores não deixem de observar detalhes sobre o produto. …

10 Perguntas Demolidoras (AP-InCo)

Ter uma Excelente ideia não basta. É preciso saber vender o seu peixe, a qualquer momento que seja preciso. Todo Empreendedor tem a obrigação de conhecer o seu Negócio nos mínimos detalhes. Isso é importante para Vender a ideia e para a gestão do negócio. Todo Empreendedor tem a obrigação de responder, e responder certo, estas 10 perguntas sobreo seu Negócio.
A Young Entrepreneur Council fez uma lista com 10 questões que todos os investidores querem saber do dono de um negócio.
Encarar um grupo de investidores é uma tarefa que exige muita preparação do empreendedor. Se ele quiser conquistar aquele aporte ou investimento para sua startup ou empresa, terá de responder com segurança a todas as dúvidas de seus inquisidores.
Não são perguntas fáceis. Qualquer deslize na explicação do negócio ou desconhecimento de algum detalhe da operação pode custar o tão sonhado capital. Para ajudar os empresários nesse momento de tensão, os diretores do Young Entrepreneur Council, uma associação mundial de…

A Estratégia dos Quatro Fatores

Todo ano é a mesma estória: o ano só começa depois do Carnaval. Assim, aceita-se o pressuposto de que depois das folias de Momo tudo será exequível. Pelo menos não se desistirá antes de tentar cada alternativa. O Sucesso virá mesmo com muitos riscos e metas “impossíveis”; haverá algumas inovações e muitos, muitos improvisos. Será mais um ano daqueles que quanto pior ficar, melhor será. Ou será o contrário? Toda essa conversa de dificuldades e crises serve para lembrar um lugar comum: a palavra “crise” é composta por dois ideogramas (letras) que significam perigo e oportunidade. Então, vamos ser criativos, tirar o “s” da crise, mergulhar no escuro e transformar nossa coragem, criatividade e determinação em estratégias inovadoras para vencer a crise... Crise, que crise?

A "marolinha" de 2008, finalmente, transformou-se numa tsunami. Todos os indicativos apontam que estamos, realmente, em crise. No Varejo, está o front da grande batalha pela manutenção do poder aquisitivo dos co…

Empreendedorismo Engajado

"As coisas não mudam, nós é que mudamos." [Henry David Thoreau]
Falar de Empreendedorismo Engajado é fácil, quero ver fazer... Já ouvi muito esta frase e continuo fazendo e vendo outros fazerem e os que falam continuam, apenas, falando.
Qualquer semelhança com a realidade NÃO terá sido mera coincidência: é engajamento puro! A principio o que me chamou a atenção foi o contraste nas cores Azul e Branco. Gremista como sou, logo pensei: está faltando o Preto! A logo com um Duplo A destacava-se à frente do arranjo que caracteriza um Carrinho de Lanches de um Empreendedor que há 5 anos dribla a Crise e a Dependência do álcool com uma assertividade poucas vezes vista. Transformar uma Debilidade em uma Oportunidade; em Força; em Diferencial Competitivo é para poucos.
Wellington, o Empreendedor Engajado, fala abertamente o que muitos falam, apenas, nas Reuniões da Irmandade do Duplo A (Alcoólicos Anônimos) e a caracterização do Carrinho de Lanches, talvez, funcione como o seu "Ale…